(Whatsapp) Vivo (11) 95779-1004/Fixo (19) 2121-5349

Sobre o Professor Kanashiro

sobre o PROFESSOR KANASHIRO

professor kanashiro

O INÍCIO: a escola estadual.

A minha história profissional começa na cidade de Suzano/SP. Nascido em 1972, filhos de pais pasteleiros, estudei praticamente 90% na escola estadual. Estudei é modo de dizer, pois no colégio era a época das greves.

O CHOQUE: agora eu sabia que não sabia nada

Após o choque de saber que não sabia nada no 3.º quando estudei em escola particular, dei conta que caso não estudasse pra valer estaria em sérios problemas.

SUPERAÇÃO: tinha uma cara inteligente dentro de mim

Em 1989, prestei vestibular, não passei nem em exame de fezes. O ano de 1990 foi o ano da superação. Horas e mais horas de estudo. Virei padre por um ano. Não enxergava mulher, pois namorar atrapalharia o estudo. Descobri tempos depois que um monte de meninas me paqueravam no cursinho e eu nem tchum. Hoje é o inverso… (brincadeirinha).

Mas no final descobri que tinha uma cara inteligente dentro de mim.

O SONHO: DIREITO – USP.

Passei na gloriosa faculdade das arcadas do Largo de São Francisco – Faculdade de Direito da USP. Isso foi em 1990. O primeiro ano da faculdade foi em 1991. Das experiências (de encanto e desencanto) dessa época gostaria de ressaltar dois fatos: primeiro: tinha dois cadernos de anotações: um para expressões jurídicas e outro para as palavras “em português” que os professores falavam e eu pensava que era grego; segundo: a falta de foco faz a gente perder muito tempo (e dinheiro). É preciso ter um objetivo, uma meta traçada previamente para não ficar dando cabeçada sem necessidade, e conquistar seus sonhos com mais rapidez.

O MUNDO DOS CONCURSOS PÚBLICOS.

Descobri o mundo dos concursos públicos em 1998. O cargo era de Escrevente Técnico Judiciário, ou escravente como a galera costuma dizer, no (hoje extinto) Primeiro Tribunal de Alçada Civil de São Paulo. Desde o primeiro dia fui trabalhar de terno e gravata. Machado de Assis já dizia na boca de Brás Cubas que a criança é o pai do homem, ou seja, que as frustrações e os sonhos da criança moldam a pessoa quando adulta. Os “amigos” da escola sempre davam apelidos nobres para a gente lá de casa (eu e meus dois irmãos mais velhos) “pastel”, “coxinha”…Ah mas o cargo de Escrevente proporcionava ir ao trabalho de  terno e gravata (gente importante hehe). (Era praticamente o diretor e eu que usávamos terno). A partir de minha entrada todos os outros escreventes, escreventes-chefe e assistentes jurídicos começaram a ir com roupa social. O diretor adorou, mas os colegas, não sei não…Após alguns anos, passei no cargo de Oficial de Justiça Federal no Tribunal Regional Federalda 3.ª Região. Havia 3 vagas: tomei posse na terceira vaga.

A VIDA DE PROFESSOR: tinha um grande educador dentro de mim

Fiz meu pós-graduação em Direito Público na Escola Paulista da Magistratura, em 2005.

Já na pós-graduação me surpreendi quando tirei nota 10 na Disciplina de Didática e com a repercussão das apresentações junto aos colegas.

Comecei como professor de cursinhos preparatórios  em 2004. No início só faltava implorar para darem uma chance para eu lecionar. Hoje, é um pouco diferente.

Fui professor universitário por quase dois anos na Faculdade de Direito UNICASTELO (2006 e 2007), nas matérias de Direito Administrativo e Processo Civil, com o projeto de implementar a pegada dos cursinho na graduação com vistas ao Exame de Ordem.

Fui professor em grandes cursinhos de São Paulo: LFG (Curso Luis Flávio Gomes) , Damásio (Complexo Jurídico Damásio de Jesus) , FMB (Curso Flávio Monteiro de Barros), dentre outros.

SONHO 2: FAZER AS MELHORES APOSTILAS E CRIAR O MELHOR CURSO ONLINE DE SÃO PAULO

Como as aulas presenciais tinham enorme repercussão junto aos alunos (era muito chato ter que recusar convites e mais convites de donos de cursinho pois não tinha mais horário), a apostila surgiu de modo natural diante dos pedidos dos alunos.

A primeira apostila (para o Concurso de Escrevente) foi um sucesso incrível. Acabou tudo. Várias e várias  reimpressões.

O Curso Online seguiu o caminho milhares de alunos logo no primeiro curso, e segue assim até hoje (Graças ao bom Deus e aos queridos web alunos).

O que mais me deixa alegre é o fato de a propaganda boca a boca ser o nosso maior veículo de marketing. É nos cursinhos presenciais  (indicação de alunos e atendentes de vendas!); é nas conversas entre concurseiros viajantes nos aeroportos e terminais de ônibus; é nas redes sociais. Os casos que mais me comoveram foram de três professores de cursinhos (um de São Paulo, um de Campinas e outro de Ribeirão Preto) que ao serem indagados por alunos como poderiam efetivamente se prepararem melhor, esses queridos (queridos mesmo) mestres indicaram o Curso do Professor Kanashiro. Fico imaginando a humildade de nos indicar e o perigo a que ficaram expostos caso essa conversa chegasse ao dono do cursinho. O que me motiva é justamente o fato que esses mestres e eu pensamos do mesmo modo: VOCÊ EM PRIMEIRO LUGAR. Não o aspecto comercial, mas sim o aluno é a razão de ser de toda instituição de ensino.

A conquista cargo público é coisa muito séria, pois envolve a vida do aluno e de sua família também.

 

SONHO 3: a maior qualidade com o menor custo possível

Muitas pessoas se assustam com o valor dos nossos preços. Quem não nos conheceu por indicação de alguém chega a até a duvidar da qualidade do curso em função dos preços tão acessíveis.

Nossos preços são tão acessíveis porque:

1) é filosofia da empresa: curso acessível ao maior número de alunos

2) temos os equipamentos de studio, de edição, de som e softwares mais avançados do mercado: o que nos dá muita produtividade com muita qualidade

3) temos um time de colaboradores talentosíssimos: o que nos dá uma redução de custos com mão de obra especializada

4) há somente 1 professor (eu); o que evita custos de logística de gravação e de mão de obra especializadíssima

5) menor preço: mais alunos

ENTREVISTA | JORNAL DOS CONCURSOS

TRECHO CORREÇÃO PROVA OFICIAL DE JUSTIÇA | UOL - LFG